COMO DAR ENTRADA NO SEGURO DESEMPREGO 2019 → (Confira)

Dar entrada seguro desemprego 2019 é crucial para o bom funcionamento das engrenagens do sistema econômico e social do País, ainda mais quando estamos enfrentando uma das piores fases nos índices de desemprego em toda a história.

Muitos cidadãos não tem o conhecimento total a respeito destes direitos e com demissões em massa ocorrendo em todas as regiões, não há como não ficar atento quanto à exigência de seus benefícios trabalhistas.

O artigo a seguir foi feito especialmente para ajudar os cidadãos que se encontram desempregados atualmente. Descubra como dar entrada no seguro desemprego agora mesmo.

Como dar entrada no seguro desemprego 2019

O procedimento é bem simples: Uma vez na página e no sistema agendado, é necessário selecionar a cidade e o estado nos quais você vai querer visitar a unidade de atendimento fisicamente, mais para frente. Dessa forma, basta preencher os campos abertos e selecionar pelo atendimento do seguro desemprego.

Confira o passo a passo:

CAIXA SEGURO DESEMPREGO 2019

  • Siga para o site do MTE www.mte.gov.br;
  • Selecione estado, município e tipo de atendimento;
  • Digite o código de segurança;
  • Clique em Prosseguir.

Feito esse primeiro passo você será encaminhado para outra página onde irá selecionar um posto de atendimento para que possa finalizar o processo de entrada no seguro.

No atendimento presencial você deverá levar os seguintes documentos:

  • CPF;
  • Identidade;
  • Carteira de trabalho.

Pronto, não tem segredo nenhum para dar entrada no seguro desemprego 2019. Depois desse rápido processo, você será informado em qual base poderá pedir pelo benefício.

É possível também se encaminhar direto para o site do Poupatempo, para deixar um dia e um horário agendado na base de sua cidade para fazer o requerimento, tranquilamente.

Outra informação importante é o fato de que o trabalhador passa a ganhar o benefício 30 dias após da entradapela internet, mesmo que o atendimento pessoal ocorra uma semana depois.

Prazo para dar entrada

COMO DAR ENTRADA NO SEGURO DESEMPREGO 2019Este tópico que exige total atenção do contribuinte é o prazo estipulado para o recebimento do direito trabalhista. Em um contexto natural, os trabalhadores podem fazer a requisição já depois de sete dias úteis, contando até 120 dias. Mas vale lembrar que apenas em caso de demissões que não foram por justa causa.

Se os trabalhadores forem da área de atividades domésticas, também é bom não deixar o tempo passar, já que o prazo cai para 90 dias. Antes de tudo, os interessados devem fazer o agendamento do seguro desemprego, que atualmente pode ser feito pela internet, direto no portal do Ministério do Trabalho, mais especificamente no SAA MTE.

Documentos necessários

Para fazer o pedido do benefício do seguro desemprego é necessário portar alguns documentos para o dia da consulta pessoal, que são:

  • Carteira de Identidade;
  • Carteira de Trabalho;
  • Comprovante no PIS/PASEP.

Os contracheques dos últimos três meses de trabalho, o requerimento que foi aberto pela internet, a rescisão de contrato do trabalho impressa, além dos extratos dos depósitos realizados.

Existe também um documento específico para a abertura do processo. O CAGED foi criado para servir como base de informações sobre a empresa que em que você trabalha, para que o Governo consiga manter a atualização de quantas demissões foram realizadas pela companhia, contabilizando também quantas estão recebendo o seguro.

A quantidade de parcelas que serão de direito do interessado depende de alguns fatores básicos. Se for a primeira vez que o trabalhador faz o requerimento, ele tem que comprovar de quatro a cinco parcelas, levando em conta o tempo que ele ficou empregado com a pessoa jurídica ou física.

Se for a segunda ou a terceira, as exigências e números passam a ser bem parecidos, podendo render de três a cinco parcelas.

Valor seguro desemprego 2019

COMO DAR ENTRADA NO SEGURO DESEMPREGO 2019Um cálculo deve ser feito para que que consigamos chegar no valor do seguro desemprego de direito. No último ano, o valor máximo da parcela do benefício passou de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72, enquanto o mínimo continua sendo o valor do salário mínimo: R$ 937,00.

Como fazer a conta:


01. Some os valores dos salários dos últimos três meses, depois disso, faça a divisão por três (Em caso de valores diferentes nos meses).


02. Se você tiver um resultado menor do que o valor de R$ 1.450,23, multiplique o valor por 0,8.


03. Se o resultado da soma de três e divisão por três ficar entre R$ 1.450,24 e R$ 2.417,29, pegue o valor que ficar acima de R$ 1.450,24 e multiplique por 0,5, depois some com 1.160,18.


04. Por último, se o resultado for maior do que R$ 2.417,29, as parcelas do seguro-desemprego serão sempre com o valor máximo do benefício. Mais uma vez, a quantidade de meses que você vai receber varia de acordo com o tempo na empresa, quanto mais tempo, maior a chance de pegar até cinco parcelas.


Mostramos acima um conteúdo especial ensinando ao cidadão como dar entrada no seguro desemprego 2019, etapa importante do processo, já que após 30 dias de dar entrada você irá receber o benefício.

Mas caso tenha alguma dúvida, deixe um comentário abaixo que responderemos logo em breve. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *